informe o texto

Notícias Mato Grosso

Júri Popular condena homem que matou ex-companheira e tentou contra a vida do amigo dela em Mirassol do O’este MT

28/05/2021 - 12:21 | Atualizada em 28/05/2021 - 12:47

​ Por Repórter Doni Bill

Ronaldo José de Souza Oliveira, de 26 anos, vulgo ''roseta" foi condenado a 22 anos e 6 meses de reclusão em regime inicial fechado. Ronaldo matou a tiros a ex-companheira, kendra Rayane, na época 17 anos, e atirou no amigo dela, Halif Thiago dos Santos 27 anos.

Ronaldo responde por feminicídio e tentativa de homicídio. O réu seguirá preso na Cadeia Pública de Mirassol Do O’este MT, onde já estava detido desde abril de 2019 quando se entregou a justiça.

O julgamento presidido pela Juíza, Sabrina Andrade Galdino da 3ª Vara de Mirassol Do Oeste MT foi realizado de forma virtual, contando com a participação de várias pessoas, 07 jurados, testemunhas de defesa, de acusação, duas advogadas do acusado e promotor de justiça.

Os debates ficaram a cargo do promotor de acusação, Elton Oliveira Amaral, e das advogadas de defesa, Daiane Rodrigues Gomes Coelho e Jaqueline Mesquita. 

Segundo os autos Ronaldo não concordava com o fim do relacionamento e teria agido por ciúmes após ver a jovem na garupa da moto de outro homem.

Com kendra, Ronaldo teve um filho que hoje tem 3 anos de idade, o pequeno Bernardo que é especial ‘’autista’’. A mãe de Kendra, em conversa com a nossa equipe disse que contava com uma pena maior e espera que a promotoria recorra da decisão. Vale destacar que conforme as leis brasileiras, Ronaldo deverá ficar em torno de 8 anos atrás das grades e depois poderá concluir a pena em liberdade.

Até hoje, Halif Thiago, amigo de kendra que negou qualquer relação amorosa com a mesma, convive com uma bala alojada no corpo e sente falta de ar algumas vezes, sendo que segundo o mesmo a retirada do projétil poderá afetar outros órgãos.
 
Sitevip Internet