informe o texto

Notícias Pontes e Lacerda

Águas Pontes e Lacerda: Redução de 10 litros no consumo de água por dia pode evitar racionamento na seca


Se cada cidadão deixar de consumir 10 litros de água por dia, a redução no custo mensal para o abastecimento do município pode chegar até 15 milhões de litros. Engana-se quem pensa que alcançar este número todos os dias é difícil. Atitudes simples como diminuir o tempo de banho, fechar torneiras, usar baldes ao invés de mangueiras, entre outras já contribuem com a economia de água nos imóveis.

Típica do período de estiagem, a queda no volume de chuvas já é um alerta para a Águas Pontes e Lacerda, que executa ações de prevenção desde abril, antecipando aos meses de menor índice pluviométrico. No município, a falta de chuvas deve prosseguir até setembro, sendo os meses de junho a agosto os mais críticos.

“Estamos na fase de aumentar a produção de água para atender à demanda da cidade que deve crescer nos próximos meses, devido às altas temperaturas e o tempo seco. É também um período de menor índice de chuvas, o que dificulta o abastecimento de nossas estações. Por isso, se pensarmos em economia de água desde agora, não faltará lá na frente”, frisa a diretora operacional da Águas Pontes e Lacerda, Julie Campbell.

Em média, o consumo de água de uma pessoa gira em torno de 150 litros por dia. Para atender a este valor em uma população como Pontes e Lacerda, é necessário produzir cerca de 8 milhões de litros diariamente. O número pode ser menor se o gasto também for reduzido. “Existem várias maneiras de economizar água em casa e hábitos que podem ser mudados para evitar o desperdício”, acrescenta.

Fonte: Pau e Prosa Comunicação
 
Sitevip Internet