informe o texto

Notícias Pontes e Lacerda

Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Pontes e Lacerda aciona Ministério Público para averiguar possíveis irregularidades no Hospital Santa Casa

A Comissão de Saúde formada pela vereadora presidente Ana Márcia Félix da Silva e membros os vereadores Clébio Ramos de Souza e Daniel Soares da Silva, estiveram na tarde de ontem (24), no Ministério Público protocolando denúncias de possíveis irregularidades que envolvem o caso da Vita Home Care e o Hospital Vale do Guaporé.

Em relação à situação da Vita Home Care, refere-se ao caso que envolveu a morte dos dois bebês que nasceram prematuros em uma ambulância a caminho da cidade de Cáceres/MT.

De acordo com a Comissão de Saúde, eles solicitaram informações por meio do oficio nº 016/GV/2021, datado no dia 23 de julho de 2021, e a resposta que os mesmos obtiveram foi limitada, fato esse que fez com que os parlamentares acionassem o MP para apurar o caso.

A outra situação envolve as ações de enfrentamento a COVID-19 realizadas no Hospital Vale do Guaporé (Santa Casa). De acordo com a Comissão de Saúde, várias reuniões e tratativas foram realizadas com o então diretor do Hospital Vale do Guaporé, Sr. Eduardo Mauad com o objetivo de sanar problemas tais como a falta de médicos especialistas (infectologistas, pneumologista), falta de profissionais de assistência social, psicólogos e até informações inconclusas nos boletins médicos e esclarecimentos sobre os protocolos utilizados para o tratamento no enfrentamento ao coronavírus.

Diante dos diversos questionamentos e insatisfação da população, os vereadores encaminharam os requerimentos n° 016/2021 e nº 020/2021 questionando o atendimento prestado pelo o Hospital, porém, as repostas fornecidas sempre insatisfatórias, não deixando claro o que estava ocorrendo no Hospital quanto à conduta de combate a COVID-19.

Fonte: Câmara Municipal de Pontes e Lacerda
 
Sitevip Internet