informe o texto

Notícias Mato Grosso

Médica morre após complicações no pós-parto em Cuiabá

Bethânia Bianquini Palmiro, que atuava em Cáceres, apresentou eclampsia após o parto e não resistiu

A ginecologista e obstetra Bethânia Bianquini Palmiro morreu na tarde de domingo (24) depois de apresentar complicações no pós-parto em um hospital de Cuiabá.

A morte prematura da profissional, que atua em Cáceres, comoveu amigos, colegas de trabalho e pacientes, que se manifestaram nas redes sociais.

Esposa do ortopedista Vicente Palmiro, Bethânia deixa três filhas.

Conforme apurou a reportagem, ela deu entrada no Hospital e Maternidade Femina, teve a filha e depois apresentou eclampsia, que se caracteriza por convulsões decorrentes da hipertensão. A criança passa bem. 

Ela está sendo velada na manhã desta segunda-feira (25), na Capela da Funerária Pax dos Ipês, em Cáceres, e será sepultada no cemitério público, reservado para membros tradicionais da cidade.

Em respeito e homenagem à profissional, várias clinicas do Município interromperam o atendimento nesta segunda-feira (25).
 
“Com o coração em pedaços. A senhora foi uma médica incrível. Muito mais do que isso, trouxe muitas vidas ao mundo, e nos fez renascer junto com elas”, disse uma de suas pacientes. 

“Uma perda irreparável, uma profissional dedicada, sempre com cuidado extremo, um conhecimento gigantesco, e tratava a gente com tanto carinho e amor que era como se fosse da família, quanta dor saber que se foi”, dizia outra publicação.

Fonte: Mídia News

 
 
Sitevip Internet