Imprimir

Imprimir Notícia

13/01/2022 - 13:36

Médico é afastado após denúncia de abusar sexualmente de paciente durante consulta em MT

Vítima, de 19 anos, afirma que procurou a unidade de saúde com sintomas de gripe e que, durante a consulta, o médico tocou em suas partes íntimas

Um médico foi afastado após uma paciente denunciá-lo por importunação sexual durante uma consulta na Policlínica do Bairro 24 de Dezembro, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, na segunda-feira (10).

Na denúncia, a vítima, de 19 anos, afirma que procurou a unidade de saúde com sintomas de gripe e que, durante a consulta, o médico tocou em suas partes íntimas.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que o profissional nega o crime, no entanto, ele ficará afastado da policlínica até que a aconteça uma decisão por parte da polícia ou Justiça.

Caso o médico se torne réu e for concursado, será aberto um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) para investiga-lo. Já se for contratado, será dispensado das funções.

O Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso (CRM-MT) diz, em nota, que está apurando o caso.

"O CRM-MT apura e julga as denúncias devidamente identificadas, ou aquelas oriundas de matérias púbicas, dentro dos princípios da legalidade com direito a ampla defesa e ao contraditório. Isso se dá através da instauração de sindicância e quando necessário processo ético que é tramitado da mesma forma, sendo as punições aplicadas, quando cabíveis, como prevê a lei", diz.

A Polícia Civil disse que o boletim de ocorrência foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia de Várzea Grande, mas o caso foi encaminhado para a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, da Criança e do Idoso, que dará andamento nas investigações.

Por Por g1 MT
 
 Imprimir